Grid

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Edward Hopper, (not so) fast food e um convite para jantar


A Panela sem (de)pressão acolhe este mês o Convidei para Jantar da Anasbageri e o convite é endereçado a um pintor. A escolha foi difícil (como deixar de lado os meus amados Picasso, Dali, Magrite e Escher?), mas acabei por convidar Edward Hopper. Apesar de preferir quase sempre as impossibilidades do surrealismo, Hopper é aquele pintor que sempre me impressionou pela beleza do seu traço, pela veracidade dos seus desenhos e por uma conjugação de cores que eu acho sempre absolutamente espantosa.

O 'Nighthawks' é provavelmente a sua obra mais famosa e retrata um 'diner' americano, sendo a inspiração para este meu convite .

Image: Edward Hopper, American (1882–1967)
Nighthawks, 1942
Friends of American Art Collection, 1942.51
The Art Institute of Chicago
Photography � The Art Institute of Chicago
(daqui)
Outras obras deste meu convidado podem ser vistas aqui e aqui.

Os 'diners' são os pais da fast food americana, por isso há que trazer fast food para este jantar. E quando, como eu, não se gosta de fast food? Bem, há que fazê-la, mas...the slow way.

Por isso vou oferecer ao meu convidado um hambúrguer e um batido de morango. Um hambúrguer em que a carne picada é previamente temperada com sal, alho, cebola e salsa, para depois ser misturada com ovo e um pouco de pão ralado e só então moldada em hambúrguer.  O pão, de massa de brioche, é amassado com o mínimo possível de farinha, o que lhe dá uma leveza surpreendente. O ketchup - créditos ao André - é feito com tomates que cozinham lentamente em azeite e que depois são coados pelo passador de rede, para então serem reduzidos com um pouco de açúcar e vinagre. O batido, esse, não leva gelado de morango mas antes morangos previamente congelados, iogurte natural, um pouco de açúcar, leite e duas lascas de gengibre fresco. 



Nada mal para fast food...



*****

Not so fast burger

Hamburguer
Adaptada de uma receita do Jamie Oliver, que não consegui encontrar
(Faz cerca de doze hamburguers de oitenta a cem gramas)

700 gramas de carne de vaca picada
Sal
Alho
Salsa
Uma cebola ou meia rama de alho francês picados em pedaços pequenos
Dois ovos médios
Pão ralado q.b., para dar estrutura

Junta-se todos os ingredientes numa tigela, excepto o pão ralado. Amassa-se bem e junta-se aos poucos pão ralado até se conseguir fazer bolas de carne agregadas, mas não demasiado secas, que se espalmam depois para dar a forma de hamburguer. Grelha-se.   

Pão de brioche extra-leve

Usei esta receita
(faz oito a dez pães)

3 colheres de sopa de leite morno
2 colheres de chá de fermento activo seco
2,5 colheres de sopa de açúcar
2 ovos grandes
Três chávenas de farinha para pão
Um terço de chávena de farinha de trigo sem fermento
1,5 colheres de chá de sal
1,5 colheres de sopa de manteiga sem sal
Sementes de sésamo

Junta-se o açúcar, o leite e o fermento num copo, misturando com uma chávena de água morna. Deixa-se repousar durante cinco minutos, para activar o fermento. Entretanto, mistura-se numa tigela as farinhas com o sal. Junta-se a manteiga, esfregando-se bem com a farinha entre os dedos, de modo a ficar granular e a formar migalhas. Juntar a mistura de fermento e um ovo batido e envolver até formar uma massa, que vai ficar pegajosa. Enfarinhar muito bem a bancada e amassar a massa, juntando aos poucos mais farinha, mas em pequenas quantidades. Quanto mais farinha se juntar, menos leves ficarão os pães, por isso o ideal é deixar a massa ligeiramente pegajosa, mas moldável. Deixar repousar num sítio morno, envolvida num pano, durante duas horas. Formar oito bolas com a massa, pôr num tabuleiro forrado com papel vegetal e deixar repousar novamente, entre uma e duas horas, coberto com um pano. Bater o outro ovo e pincelar os pães, polvilhando com sementes de sésamo. Coloca-se na base do forno um tabuleiro com água e pré-aquece-se a cento e oitenta graus. Leva-se os pães ao forno durante quinze minutos, ou até estarem dourados. Deixa-se arrefecer totalmente antes de cortar.

Ketchup
(receita do André)

Estufa-se um quilo de tomate cortado em pedaços com um pouco de azeite e sal. Quando estiver desfeito e cozinhado, coa-se por um passador para uma frigideira com um pouco de azeite. Junta-se um pacote de açúcar e vinagre a gosto e deixa-se reduzir até ficar um molho espesso, durante cerca de trinta minutos. 

Monta-se o hamburguer com o pão aberto ao meio, uma fatia de queijo, alface em pedaços, a carne, o ketchup e mostarda a gosto. Pode acrescentar-se outros ingredientes, mas foi assim que fiz o meu.



Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...