Grid

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Dias difíceis?

Há dias mais difíceis de levar. Dias em que o trabalho não corre como planeado. Dias em que a cabeça dói, o nariz está entupido e a constipação que dura há quinze dias me impede de estar bem. Dias em que me custa aguentar a correria do dia-a-dia, em que não me apetece acordar às seis e um quarto para cumprir sem atraso as rotinas da manhã. Dias em que não me apetece estar ao frio na paragem do autocarro para ir trabalhar. Ou para voltar. Dias em que me esqueço em casa do livro que estou a ler ou de uma caneta para escrever no meu caderninho. Há dias menos bons.

Mas eu não gosto de ter dias menos bons, sobretudo quando o são por ninharias. A vida é tão curta que temos a obrigação de tirar o melhor partido possível dos nossos dias ... por isso, fui buscar a Cat, cheguei a casa e escolhi um CD para pôr a tocar. Foi este:


Enchi um copo de vinho, pus o jantar a fazer e estivemos as duas a dançar na cozinha até irmos para a mesa. Trinta minutos apenas, boa música, um copo de bom vinho e umas boas gargalhadas bastaram para fazer um dia menos bom valer a pena... e é tão simples, basta darmos valor às coisas certas...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...