Grid

sábado, 10 de setembro de 2011

Vilarinho das Furnas ou a força dos elementos

Bem perto do Parque da Cerdeira está a Albufeira de Vilarinho, onde céu, pedra e água se juntam de forma harmoniosa. A barragem, construida no início dos anos setenta, implicou desalojar a pequena aldeia de Vilarinho das Furnas, que iria ficar submersa nas águas do rio Homem.  Hoje em dia, se o nível da água estiver suficientemente baixo, conseguimos ver as ruínas das antigas casas, que a água foi degradando, mas que ainda assim nos proporcionam um espectáculo digno de nota.   


A estrada para lá chegar daria uma bela caminhada, mas terá que ficar para quando a Cat for um pouco maior. Também é possível ir de carro e foi o que fizemos.


A Catarina adorou, especialmente porque numa das casas ainda é possível subir as escadas. Eu contei-lhe que quando era pequena e fui àquele mesmo sítio, pensei que as pessoas tivessem morrido dentro das casas, uma ideia que me atemorizou durante alguns anos. A minha filha riu-se e chamou-me tonta, mas ficou a matutar naquilo durante algum tempo e o assunto ainda veio à baila uma ou outra vez nos dias seguintes. Pela minha parte, fiquei contente pela limpidez do céu e pelo efeito espelho que a água estava a fazer. Consegui aqui algumas das fotografias de que mais gostei de entre as que fui tirando ao longo das férias.

2 comentários:

  1. Com ou sem fantasmas submersos fiquei com vontade de ir ao Gerês. A primeira fotografia é fabulosa.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado rapaz! A minha favorita é a terceira, ie, a primeira de vilarinho...

    ResponderEliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...