Grid

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

E vão seis...

Há precisamente seis anos, tudo mudou após este momento...


... e entre choros, fraldas, banhos, primeiros sorrisos, primeiras papas, primeiras sopas, seis meses passaram...


... e veio o infantário, as otites, os dentes, as rotinas, o bacio e muitas muitas horas de desespero para comer... mas também as primeiras palavras, o gatinhar, os beijinhos, os abraços... e assim se passou um ano...


... e com ele mais palavras, os primeiros passos, as primeiras quedas, a praia, o sol, as primeiras férias fora de casa, mais desespero para comer, dois dentitos partidos... e dezoito meses nas nossas vidas...


... e daí até aos dois anos foi só uma questão de nova sala no infantário, birras, pesadelos, muitas palavras, frases, muitas corridas, as primeiras canções, Noddy e Pocoyo até não poder mais... 


... e aos dois começou lentamente a trégua às refeições e o adeus à chucha, substituídas por noites muito, muito más e birras muito muito grandes... mas também os primeiros desenhos "a sério", a sala dos crescidos, a primeira amiga... e os três chegaram sem se dar por eles...


... e tudo começou a acalmar... novo infantário, colegas mais velhos, uma grande evolução a todos os níveis, a primeira melhor amiga, as primeiras rivalidades, alguma vaidade à mistura, a febre das princesas... e chegámos aos quatro... 


... e aí ficámos mais próximas, começaram as grandes conversas, as grandes perguntas, uma grande cumplicidade, as nossas brincadeiras, os nossos passeios... até chegarmos aos cinco...


... a melhor idade até agora. Nunca estivemos tão próximas. Nunca partilhámos tanto. Nunca nos rimos tanto, nem nos divertimos tanto como ao longo do último ano. 


E a partir de hoje são seis. Seis anos passados. Os melhores seis anos da minha vida. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...