Grid

domingo, 11 de março de 2012

Pudim de Chocolate com Figos


Desta vez, o desafio quinzenal das Dories foi um belo pudim de chocolate. Estive quase para não participar - têm sido dias preenchidos - mas depois do pequeno-almoço, lá arranjei um tempito para experimentar a receita. Não gosto de fazer grandes alterações quando cozinho algo pela primeira vez e assim me mantive, fiel às instruções, com a excepção de não ter usado robô de cozinha porque não o tenho e de o ter feito com ovos caseiros que os amigos dos pais do André nos enviaram.

Esta é uma daquelas receitas em que não dá para fotografar o processo: é rápido e requer alguma atenção para não sair mal. De resto, é bastante simples. 
Põe-se ao lume duas canecas de leite gordo com três colheres de sopa de açúcar. Deixa-se levantar fervura em lume brando. Entretanto, bate-se um ovo inteiro com duas gemas e mais três colheres de sopa de açúcar. Quando estiver bem batido, junta-se mais um quarto de caneca de leite e acrescenta-se uma mistura de duas colheres de sopa de cacau em pó, duas colheres de sopa de amido de milho (Maizena, por exemplo) e um pouco de sal. Deve juntar-se com cuidado para não engrumar, mas se tal acontecer não se coíbam de usar a varinha mágica, é para isso que ela serve... Depois de bem batido, junta-se ao leite a ferver e mexe-se sempre até a mistura engrossar, o que deverá demorar uns dois minutos. Tira-se do lume. Derrete-se cerca de cento e quarenta gramas de chocolate de culinária, ao qual se junta (depois de derretido) duas colheres de sopa de manteiga sem sal à temperatura ambiente e uma colher de chá de extracto de baunilha (o meu é caseiro, um dia destes faço um post sobre o assunto). Junta-se tudo à mistura que saiu do lume, bate-se mais um pouco com a batedeira até a manteiga derreter et voilá!

Depois é só distribuir por seis copos, taças ou tigelas e levar ao frio durante umas horas.


Esta é a receita simples. Acontece que, depois de pôr nos copos, provei um pouco do que ficou na colher e achei que estava amargo. Provavelmente por culpa minha, porque só uso chocolate com mais de setenta por cento de cacau, o que combinado com o cacau em pó fica de facto muito forte. Estive então a puxar pela cabeça e a pensar o que poderia acrescentar ali para adoçar um pouco este pudim. Figos secos? Porque não? E assim, fiz, piquei-os grosseiramente na picadora e enfeitei os pudins. A combinação ficou óptima, não fica demasiado doce e resolveu o meu problema. Recomendo!


Posto isto, um viva à Dorie e às Dories, por mais uma deliciosa receita.

3 comentários:

  1. Eu adorei essas tacinhas e ainda bem que resolveste o problema com os figos:)) Ficaram com aspecto mesmo bom:)
    bom domingo:*

    ResponderEliminar
  2. As tacinhas ficaram lindas com o figo picadinho!

    ResponderEliminar
  3. Obrigado meninas! E as tacinhas são copos de whisky, bem mais usados para sobremesas do que para aquilo que foram feitos :P

    ResponderEliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...