Grid

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Um bolo crocante




Se as pinturas me afastaram do último desafio do Dorie às Sextas, esta vez não podia falhar, tanto mais que um bolo com crumble por cima é algo que ainda não me tinha passado pelo palato (ou pela cabeça). E que crumble... nozes, cardamomo, laranja, café... o que poderia eu pedir mais?



O efeito do crumble não foi consensual cá em casa. O André não gosta muito, então achou excessivo. Citando: o bolo é tão bom por si que isto não traz para aqui mais nada. Já eu sou doida por crumble, por isso acho que o crocante fez toda a diferença no resultado final. Achei a combinação de sabores e aromas genial. O cheiro do cardamomo, a raspa da laranja, o toque a café... perfeito! 



Um bolo mesmo a calhar para um Domingo frio, como foi o segundo dia de Dezembro. Um bolo para ser acompanhado por um chá bem aromático, forte em especiarias (um chá de Natal, porque não?), mas igualmente bom para comer simples. Só. Sem nada mais.
De facto, as receitas da Dorie Greenspan são qualquer coisa... acho que vou respirar fundo e dar as vinte e quatro libras que o livro custa na Amazon porque começo a ficar realmente fã.

*****

Bolo crocante de cardamomo - Cardamom Crumb Cake, Dorie Greenspan 

Para o crumble

Meia chávena de farinha de trigo
Meia chávena de nozes picadas grosseiramente
Um terço de chávena de açúcar
Uma colher de sopa de raspa de laranja
Meia colher de chá de café instantâneo
Meia colher de chá de cardamomo
Sessenta gramas (quatro colheres de sopa) de manteiga fria


Para o bolo

Duas chávenas de farinha de trigo
Duas colheres de chá de fermento em pó
Um quarto de colher de chá de sal
Uma e um quarto colheres de chá de cardamomo em pó
Uma colher de chá de café instantâneo
Dois terços de chávena de açúcar
Duas colheres de sopa de raspas de laranja
Cento e vinte gramas (oito colheres de sopa) de manteiga derretida (usei apenas cem)
Dois ovos grandes
Meia chávena de leite
Meia chávena de café forte, frio
Uma e meia colheres de chá de extracto de baunilha

Crumble
Colocar todos os ingredientes na picadora e picar ligeiramente até obter uma areia grossa. Reservar.

Bolo
Misturar a farinha, o fermento, o sal, o cardamomo e o café numa tigela grande. À parte, esfregar as raspas de laranja no açúcar com os dedos até que este fique húmido e juntar à mistura anterior. Bater os restantes ingredientes e juntá-los aos aos secos, misturando bem. Deitar num recipiente que possa ir ao forno e à mesa e cobrir com o crumble. Levar ao forno, pré-aquecido a duzentos graus, durante cerca de trinta minutos. O bolo não deve ser desenformado para não se perder o crumble.

12 comentários:

  1. Ficou lindo e também acho que o crumble é "la piéce de resistance" do bolo!!!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  2. Ficou perfeito e bem alto com o crumble todo à vista!
    E esse interior, divinal :) Este não podia falhar.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Ginja, o teu também estava muito bonito. Um beijinho!

      Eliminar
  3. Depois de o ver fiquei com vontade de o fazer!!! Mas por aqui as coisas nao têm sido mto fáceis e tenho que preparar o aniversario dos meus pestinhos!!
    A ver vamos...
    Mandas-me uma fatiazinha??
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando voltar a fazer, mando, este foi num instante... beijinho!

      Eliminar
  4. Olá Susana,
    Eu já tinha desistido de fazer este bolo!
    Não tenho o cardamomo em pó e já é habitual o que coloco à superficie dos bolos afundar...
    mas agora, olhei para o teu almofariz, claro posso moer as sementes!
    Se afundar paciência, quero esperimentar!
    O teu está uma maravilha, perfeito.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Ainda não fiz e quero ver se faço amanhã.... estou a babar com os vossos bolos.. :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bastante rápido, por isso vale a pena fazer. Beijinhos

      Eliminar
  6. Oi Susana
    Utilizaste o mesmo truque que eu (almofariz ao trabalho) pena é que o meu crumb tenha sido engolido :(
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ter tido a ver com a temperatura da manteiga. Eu faço sempre o crumble com a manteiga fria, não sei se terá feito a diferença neste caso... beijinho!

      Eliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...