Grid

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Um fim-de-semana na aldeia

Estive para aqui a escrever um grande relambório para contar como a minha vida é ocupada e como ando exausta. Escrevi e apaguei, escrevi e apaguei... é que de facto, não vale a pena escrever sobre o óbvio. Como ter tempo neste mundo retorcido onde o Homem é capaz de inventar a tecnologia para lhe melhorar e facilitar a vida, mas não é capaz de perceber que ele próprio não é uma máquina (inorganicamente falando) e que esta velocidade a que todos vivemos não é sustentável? Como ser capaz de abrandar, de apreciar a vida, de saborear o momento, de criar, de fazer algo diferente ou, pura e simplesmente, de não fazer nada? É difícil. Mas é possível.

Há quase dois anos que eu e o André não fazíamos uma pausa, não tirávamos uns dias apenas para nós, sem fraldas, sem sopas, sem guerras com trabalhos para casa, sem casa em polvorosa, sem stress de manhã, à tarde e à noite... no último fim-de-semana tirámos. Fomos para perto, para muito perto, e ainda assim pareceu-nos tão longe do tempo e do espaço a que estamos habituados.

Foi aqui.
 
 


Uma aldeia pacata, toda recuperada. Uma sensação de enorme conforto, apesar do vento inclemente. Pão fresco à porta de manhã, um pequeno-almoço preparado à moda antiga, em cafeteiras e leiteiras de alumínio. 


Um almoço de petiscos minuciosamente preparados na 'tasquinha' da aldeia. Ler, ler, ler. Demasiado frio e demasiada chuva para irmos jantar onde quer que fosse, então o queijinho, o presunto e a garrafa de vinho que nos lembrámos de levar, just in case.


Um rasgo de sol a permitir algumas fotografias.


Como se chama, afinal? Aldeia da Mata Pequena, bem perto de Mafra.


5 comentários:

  1. Sou fã destes locais, que paz transmitem estas fotos, lindo muito mesmo.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Estiveste aqui bem perto e tiveste muita sorte com o tempo. Está horroroso agora.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Lindas fotos... e aqui tão perto... tenho que ir espreitar! ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Que lugar paradisíaco!!!! Adorei as fotos da aldeia, tão pitoresca e lindíssima. Belo sítio para repousar,não é?
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  5. Que aldeia tão deliciosa, Susana! Faz muita falta um tempo de qualidade só para nós, sem dúvida! Imagino o bem que vos fez um fim-de-semana assim...
    Bjs

    ResponderEliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...