Grid

quinta-feira, 6 de março de 2014

Caril de peixe com pimentos


Tenho pena de ter uma filha tão esquisita no que toca à comida. Percorremos já um longo caminho desde aqueles dois primeiros anos em que o que entrava com enorme custo, saía no fim da refeição, em que o leite era praticamente o único alimento apreciado, em que cada refeição era uma verdadeira tortura para todos... mas, ainda assim, continua a ser muito difícil pô-la a comer algo fora do que para ela é normal (ressalvando os legumes, já que ela adora aqueles que os miúdos geralmente detestam...).


Esta esquitice dificulta a inovação e torna o acto diário de cozinhar mais chato, menos prazenteiro. Por outro lado, torna cada rara experiência nova num verdadeiro prazer, como foi este caril de peixe.


Para além de bom e diferente, foi comido a dois, numa refeição sossegada como há muito não tinhamos.

*****

Caril de peixe com pimentos

Inspirada por esta receita.
Para duas pessoas

Óleo ou azeite
Uma cebola média
Três dentes de alho
Uma colher de sopa de caril em pó
Três vagens de cardamomo
Uma pitada de cominhos
Uma pitada de pimenta, moída no momento
Um quarto de pimento vermelho
Um quarto de pimento amarelo
Um pedaço de gengibre
Raspa e sumo de uma lima
Três medalhões de pescada, partidos em pedaços
Sal
200 ml de leite de coco
Açúcar, se necessário

Cobrir o fundo de um tacho com azeite ou óleo (o óleo é mais adequado, mas eu prefiro o azeite). Refogar a cebola picada e o alho. Juntar o caril em pó, as sementes de cardamomo, os cominhos e a pimenta, deixando fritar para libertar bem os aromas. Juntar o pimento picado fino e deixar cozinhar. Ralar o pedaço de gengibre e raspar uma lima. Temperar o peixe com sal e juntar ao refogado, deitando em seguida o leite de coco e envolvendo bem. Juntar o sumo da lima e deixar cozinhar durante uns minutos. Rectificar os temperos, podendo juntar-se um pouco de açúcar se estiver ácido. Deixar apurar durante 5-10 minutos. Servir com arroz Thai Jasmin.

Nota: não tolero bem o picante. Para quem gostar, juntar uma malagueta fresca, picada em pedaços com o pimento e, para os mais audazes, substituir o caril em pó por caril Madras.

2 comentários:

  1. Susana,
    muitas vezes é nestas situações que surge a criatividade, porque a vontade que temos em que eles comam de tudo leva-nos a verdadeiras acrobacias :)
    Nunca comi caril de peixe desta forma e adorei, porque é simples e faz uma refeição fantástica. Cá em casa não são muito esquisitos, gostam de legumes, sopas e peixe, mas às vezes torcem o nariz a qualquer coisa de diferente :)
    Eu adorei o teu caril e espero experimentar :)
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Isabel. Sugiro que experimentes, fica uma delícia :) Depois vem cá contar! Beijinhos!!!

      Eliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...