Grid

terça-feira, 1 de abril de 2014

Simplesmente... farófias



Não sou grande fã de doces de colher. Ou melhor, gosto, mas em muito pequena quantidade. Duas ou três colheres somente. Prefiro quase sempre um bolo seco ou umas bolachas caseiras, de preferência com pouco açúcar. Há, claro, algumas excepções e a que se destaca sem qualquer sombra de dúvida são as farófias. Um doce bem português, apesar de não se saber bem de que região provém. De acordo com este artigo, a receita mais antiga de um doce com preparação semelhante provém do Convento de Nossa Senhora da Conceição, em Loulé, e rondará o século XVIII. Apesar de ser um doce fácil, já comi más farófias mais vezes do que gostaria. E já comi muito boas farófias.


O que interessa realmente é ser um doce que me leva aos meus oito anos, à cozinha da minha avó com a sua mesa laranja de laminado, aos mimos que ela me fazia, como esta sobremesa que eu pura e simplesmente adorava e, sobretudo, à memória do meu avô diabético a rezingar por não poder comê-las e por ser só para a menina. Umas farófias pequenas, ligeiramente borrachentas, mas com um leite creme maravilhoso. Leva-me também aos meus catorze ou quinze, em que a Dona Clarisse, uma senhora espantosa que trabalhou muitos anos na casa dos meus pais, as fazia de vez em quando (a pensar em mim) apesar de estar por lá apenas umas horas por semana. Umas farófias grandes, nuvens magníficas, mas com um leite creme que não lhes ficava à altura. Adorava-as na mesma e sempre me convenci que as farófias perfeitas seriam as nuvens da Dona Clarisse com o leite creme da minha avó, mas nunca tive coragem para insinuar sequer um trabalho a quatro mãos àquelas senhoras que as faziam para mim, o melhor que conseguiam.



Talvez por ser algo que me habituei que fizessem para mim, ou por medo de não conseguir recriar essas memórias, talvez por nunca ter calhado...  nunca tinha feito farófias. No entanto, foi a primeira ideia que me passou pela cabeça para a edição de Abril do Dia Um... na Cozinha dedicada aos doces regionais. Por isso, apesar de fáceis, foram para mim um desafio. E acho que consegui fazê-las como as idealizava: belas nuvens fofas com um leite creme magnífico.


Aqui ficam.

*****

Farófias

Meio litro de leite gordo
Cento e cinquenta gramas de açúcar branco
Três gemas
Seis claras
Casca de limão
Pau de Canela
Canela em pó

Levar o leite a lume muito brando com cem gramas de açúcar, a casca de limão e o pau de canela até começar a fervinhar. Entretanto, bater as claras até formarem espuma, juntando cinquenta gramas de açúcar e continuando a bater até formar um merengue firme. Com uma colher de serviço, deitar colheradas de merengue dentro do leite, deixando cozer durante uns trinta segundos de cada lado (virar com uma escumadeira, retirando do leite bocados pequenos de claras que se desagreguem). É importante não deixar cozer demais para não ficarem borrachentas, devem ficar firmes por fora e macias por dentro. Colocar num recipiente, de preferência separadas para manterem uma forma perfeita. Escorrer bem o leite que se liberta e juntá-lo ao leite da cozedura. Coar bem esse leite por um passador. Bater ligeiramente as gemas e juntar, aos poucos, uma parte de leite quente mexendo muito bem para não talhar. Juntar esta mistura ao restante leite, levando novamente a lume brando para engrossar as gemas, de modo a fazer um leite creme bastante cremoso. Importante: antes de deitar o leite creme por cima das farófias, escorrer novamente algum leite que estas tenham libertado. Cobrir com o leite creme (ou servi-lo numa molheira à parte), deixar arrefecer, e polvilhar com canela em pó.


41 comentários:

  1. Já não como há imenso tempo, e as tuas ficaram bem apetitosas!
    Beijinhos doces e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Um doce simples e tão bom!!!
    Ficaram uma delicia
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Susana,

    Belíssima participação, estão divinais as tuas farófias, adoro este doce que me faz ir às nuvens ! ;)
    Obrigada por teres vindo ! :)

    Um beijinho grande *

    ResponderEliminar
  4. Ficaram lindas, também gosto imenso.
    Bjs.
    Paula

    ResponderEliminar
  5. Estão fantásticas essas farófias, dá mesmo vontade de dar umas colheradas :)
    Beijinhos
    Vânia

    ResponderEliminar
  6. Das minhas sobremesas preferidas. Estão lindas!

    ResponderEliminar
  7. Essa tacinha está mesmo provocadora :) eu adoro este docinho bem regado com creme.
    As iguarias "coladas" a recordações sabem sempre melhor :)
    Acho que já tenho receita para gastar nas claras que me sobraram :)
    Parabéns pela participação
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  8. As receitas que nos trazem recordações são as melhores. Ficaram lindas!
    Beijinhos, Paula
    http://cookit-simple.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Olá Susana que beleza de farófias, levinhas parecendo floquinhos de neve, Estou adorando o tema de hoje pois a doçaria conventual portuguesa sempre me encantou, em aprendizado, beleza, cores e sabores, mais uma que a julgar pelas fotos é mesmo deliciosa e mais ainda com sabor de saudades e boas recordações. Bela participação. Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que maravilha, Susana! Eu, ao contrário de ti, adoro doces de colher, e farófias são uma das minhas perdições... As tuas são maravilhosas, com esse leite creme como eu gosto!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Simples e delicioso! As coisas mais saborosas nem sempre são as mais elaboradas. Penso muitas vezes nisso e na minha infância, vivia-se de prazeres tão simples :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Ai que bommmmm... só estas fotografias deram-me uma vontade louca de comer farófias.. adorooooo.. :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Que giro! Tambem fiz farofias :)
    As tuas ficaram com um aspecto delicioso!
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Gosto tanto e estas têm tão bom aspecto e são um docinho bem fácil de fazer.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Uma sugestão deliciosa para este dia 1.... Adorei!
    Bjs
    http://pratocaseiro.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. A minha mãe adora farófias!!! Estão mesmo perfeitinhas :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Adorooo farófias, e traz-me só boas recordações, pois aprendi a fazê-las com a minha mãe desta maneira, cozidas no leite e o molho de gemas, são uma delicia, é das sobremesas de colher que mais gostam cá em casa, e estas estão divinas com esse molho liso e cremoso a cair sobre as nuvens de claras, lindas!
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Simples e deliciosas, também gosto muito deste docinho... assim a fumegar, estão lindas as tuas farófias!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Olá Susana!
    São tão agradáveis as recordações como o que elas representam e nos marcam. E esta delicia encanta e deixa-nos deliciados, gosto muito de farófias, saborear aquela espuma branca coberta de creme que gemas. As farófias que fizeste ficaram lindas, e perfeitas para tirar uma colherada...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  20. Nunca comi farófias e a olhar para estas pergunto-me como pode isso ser? ;) beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é quase um pecado!!! Toca a tratar disso, Sara :)

      Eliminar
  21. Olá Raquel, vim cá dizer-te que apesar de há muitos anos não comer farófias, gostei muito das memórias associadas. Por ser uma receita assim tem muito valor e as coisas de valor genuíno merecem mesmo ser partilhadas. Excelente participação.
    Beijinhos.
    Patrícia

    ResponderEliminar
  22. Queria dizer Susana em vez de Raquel. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patrícia, também me troco às vezes... :)

      Eliminar
  23. Olá Susana!
    Gosto tanto de farófias, ainda este fim de semana as comi, no Alentejo. E acreditas que nunca me deu para fazer, apesar de gostar tanto?! As tuas ficaram lindas, apenas lhes acrescentaria mais canela, mas é o meu gosto pessoal a falar. ;)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Célio. Também nunca tinha feito. E também gosto com muito, mas muito mais canela, mas o meu marido não a aprecia (como é possível, não???) por isso não pude pôr mais. Beijinho!

      Eliminar
  24. Querida Susana: já eu sou bem gulosa, tenho é tentado comer docinhos só ao domingo ( o que não é nada fácil,rsrs).
    Estas tuas farófias, com o creme de gemas parecem-me deliciosas. Vamos lá a ver se me aventuro a experimentar,pois nunca fiz esta receita e gostei muito da sua apresentação.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  25. Boa noite Susana, gosto do seu blog, receitas saborosas, por isso escolhi nomear o blog para o prémio conóceme, visite este link e saiba tudo:http://galeriavoni.blogspot.pt/2014/04/premio-conoceme.html
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  26. Também gosto muito de farófias :)
    Os cozinhados, doces ou salgados, têm esse poder de nos transportar para as recordações boas da nossa vida... Gostei muito de ler :)

    Beijinhos
    Raquel
    http://amor-as-camadas.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...