Grid

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Caril de grão e batata doce


Tenho-me recomposto a pouco e pouco. Já me sinto mais organizada e com mais vontade de voltar as minhas tarefas habituais. Mesmo em cima da hora, consegui até preparar uma receita vegetariana para o Dia Um... na Cozinha, onde já não participo há algum tempo.


Sou fã absoluta de caril de batata-doce. O André acha pouco substancial mas eu adoro-o. E é essa proposta que trago. Pimentos, feijão-verde, grão, batata-doce, tomate e uma pasta de especiarias feita por mim. Como não gosto de picante, o meu caril é leve e suave. O André preferiria um Madras, mas eu dificilmente conseguiria prová-lo para rectificar temperos por isso faço aquilo que é do meu agrado.  


Apesar de ter usado pó de caril, usei mais alguns ingredientes na preparação da pasta: coentros frescos, folha de louro fresca, cardamomo, pimenta, colorau, canela, sementes de mostarda, limão em conserva, raspa de lima, gengibre em pó, cominhos, cravinho, alho e aipo fresco. E fiquei muito feliz com o resultado. Na realidade, o caril não passa de uma mistura de condimentos que, após ser frita em óleo, liberta um aroma e um sabor absolutamente brilhantes.


Acompanhei o caril com a minha primeira tentativa de naan e tenho a dizer que ficou magnífico. 



 *****

Caril de grão e batata-doce

Duas batatas-doces, uma grande e uma média, cortadas em cubos com cerca de 2 centímetros de lado
Um pimento vermelho em cubos pequenos
Meio pimento verde em cubos pequenos
Um tomate em cubos
Oito vagens de feijão-verde em tiras finas
Uma cebola pequena, picada finamente
200 gramas de grão pesado em seco, demolhado e cozido ou um frasco de 400 gramas
Óleo de sabor neutro ou azeite suficiente para cobrir o fundo de um tacho médio
Quatro decilitros de leite de coco
Dois decilitros de caldo de legumes
Sal

Para a pasta de caril

Um molho pequeno de coentros
Uma folha de louro fresca partida em pedaços pequenos e sem o veio central
Um gomo de limão em conserva
Meio pé de aipo cortado em pedaços pequenos
Quatro dentes de alho
Raspa de uma lima
Meia colher de chá de canela
Meia colher de chá e gengibre em pó
Duas colheres de sopa de pó de caril
Meia colher de chá de colorau
Meia colher de chá de sementes de mostarda
Meia colher de chá de pimeta moída no momento
Meia colher de chá de cominhos
Três cápsulas de cardamomo, usando apenas as sementes
Um cravinho
Sal

Cortar e preparar todos os legumes conforme indicado. Reservar. Num almofariz, juntar todos os ingredientes e esmagar muito bem até obter uma pasta homogénea.

Fritar a pasta no óleo para libertar os aromas. Juntar a cebola e deixar refogar ligeiramente. Juntar mais gordura se necessário. Deitar a batata-doce, envolver bem e juntar os restantes legumes. Deixar cozinhar durante 5 minutos. Juntar o caldo e deixar cozinhar por mais cinco minutos. Juntar o leite de coco, envolver bem, baixar o lume e deixar engrossar em lume brando, provando frequentemente e rectificando o sal. Servir bem quente. Feito de um dia para o outro fica ainda melhor!!!






14 comentários:

  1. Olá Susana!
    Gosto muito de caril mas, tal como o André, o Madras é o meu preferido :) de batata-doce nunca provei, logo eu que adoro batata-doce. Agora já não tenho desculpas, ficou com um aspecto irresistível :)
    Beijinhos, Paula

    ResponderEliminar
  2. Adoro tudo, Susana! Nunca experimentei caril com batata doce, mas tenho a certeza que adorarei. É, seguramente, a experimentar!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. O caril, o grão e a batata doce estão em alta neste desfile, adoro a combinação e já estou a ver que ando a perder belas sugestões :) tenho muito que aprender e estes pratinhos têm tudo para me incentivar :)
    Bns
    Isabel

    ResponderEliminar
  4. Um aspecto delicioso Susana

    beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  5. Susana, este pratinho é uma delicia. Eu já experimentei o caril de grão e é mesmo muito bom e reconfortante. E com batata doce então só pode ser mesmo delicioso. As cores ficaram lindas. ;)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Grão e batata doce parece bem, num caril ainda melhor!
    Está com um aspecto delicioso :)
    Adoro a cor!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Adoro grão e esta sugestão está mesmo muito boa e com muito bom aspecto.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Bom dia!
    Um prato mesmo a meu gosto, repleto de especiarias e aromas irresistíveis! ;)
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  9. Essa combinação de sabores deve ter ficado divinal.

    Beijinhos,
    Clarinha

    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/02/dia-um-na-cozinha-e-uma-refeicao.html

    ResponderEliminar
  10. Susana,

    Também fui para o grão ! :) :)
    Este teu caril deixou-me muito curiosa, é algo que nunca pensaria fazer e no entanto o teu está com um aspecto de se ficar com água na boca !
    Obrigada pela tua companhia no desfile !
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Susana, que sugestão deliciosa, para mim o caril também tem que ser suave, sem picantes à mistura senão não consigo
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  12. Susana, Gosto imenso de fazer caril de grão ou grão com outro legumes. Mas nunca me ocorreu colocar batata doce. E não é que fica uma combinação mais que perfeita. Parabéns pela participação. Gostei imenso.
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
  13. Deve ter ficado um caril e tanto.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Adoro caril de grão!

    ______________________
    Ana Teles | Telita
    blog: Telita na Cozinha


    ResponderEliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...