Grid

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Quase-folhados de framboesa


A Catarina tem que escrever uma receita para levar para a escola, para o livro de receitas da turma. Pode também confeccioná-la, se quiser. Calhou-lhe um doce. E já me disse: mãe, vou fazer aqueles triângulos que fizeste na outra semana. São tão bons que era capaz de comê-los todos sem parar...


Eu não diria melhor. A massa é leve, folha ligeiramente, é saborosa, aromática e muito, muito fácil de fazer. Recheei-os com doce de framboesa, pois é o meu favorito. Pode ser com qualquer doce, desde que seja relativamente espesso.


Tem que se vedar bem a massa e não colocar muito recheio, porque babam um bocado no forno. Eu desculpei-lhes já que são realmente magníficos.

Mais uma receitinha da Dorie Greenspan para o Dorie às Sextas


*****

Cottage Cheese Pufflets

Rende 48 bolachas de 5 cm

225 gramas de manteiga sem sal à temperatura ambiente
2 colheres de sopa de açúcar
1/4 colher de chá de sal
225 gramas de requeijão
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 2/3 chávenas de farinha
1/4 de chávena de doce ou compota espessa à escolha

Açúcar em pó para polvilhar

Colocar a manteiga,o açúcar e o sal num processador de alimentos (como não tenho, usei a varinha mágica e funcionou às mil maravilhas), processando por 2 minutos até a manteiga estar em creme e raspando de vez em quando os lados do recipiente. Juntar o requeijão e a baunilha e processar durante mais 2 minutos (ainda com a varinha, no meu caso). A mistura ficará aveludada, como queijo creme batido. Juntar a farinha e pulsar até esta estar apenas incorporada (aqui já fiz À mão). Deitar a mistura num pedaço de película aderente. Moldar a massa num retângulo, espalmá-la um pouco, cobrir completamente e refrigerá-la durante 3 horas ou até 3 dias (poderá também ser congelada durante 2 meses e descongelada no frigorífico).

Centrar uma grade no forno e pré-aquecê-lo a 205ºC. Forrar 2 tabuleiros com tapetes de silicone ou papel vegetal. Cortar a massa ao meio e estendê-la entre folhas de papel vegetal ou numa superfície enfarinhada até  uma espessura de 3 milímetros. Como vai ser cortada em quadrados, é melhor estender a massa num formato quadrado ou retangular. Se em algum momento a massa ficar muito mole, levá-la ao frigorífico para endurecer. Cortar a massa em quadrados com entre 4 e 6 cm de lado. Colocar um pouco de compota no centro de um quadrado e, com um dedo molhado, humedecer os extremos da massa. Dobrar a massa de modo a formar um triângulo, fechando bem o doce e vedando bem os lado. Repetir para todos os quadrados, colocá-los nos tabuleiros com um espaço de 1 cm entre eles e fazer um pequeno furo no centro de cada para sair o vapor (também podem ser congelados nesta fase, devendo ir directamente ao forno sem descongelar). Cozer entre 10 e 12 minutos (1tabuleiro de cada vez) ou até estarem inchados, firmes e bem dourados.  Polvilhar com açúcar em pó e deixar arrefecer.

3 comentários:

  1. Muito boa Susana, aqui em casa já pediram para fazer mais vou aproveitar os dias de folga para ir pra cozinha fazer estas delicias novamente..
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Deve ser mesmo muito bom! A tua filha vai fazer um brilharete! E são tão fáceis que até eu que não tenho grande jeito para massas, me vou atrever a fazer...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Devem ser deliciosos ;)
    Beijinho e bom Domingo.

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...