Grid

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Risotto de couve-flor com pangrattato de anchovas


Hoje trago um risotto que faz juz ao ditado primeiro estranha-se e depois entranha-se. Arroz, couve-flor, pão e anchovas não é uma combinação provável na minha cozinha. Mas resulta curiosamente bem, isto para quem gostar do sabor da couve-flor, que é bastante pronunciado. Não é definitivamente um prato para crianças (pelo menos para as minhas), mas eu e o André adorámo-lo pela originalidade. Tenho porém a confessar que só arrisquei fazê-lo por ser uma receita do Jamie Oliver, que geralmente não me deixa na mão.


A couve-flor não arruina a cremosidade que se quer num risotto (apesar de não estar evidente nas fotografias) e o toque do pão ralado frito com as anchovas eleva definitivamente o sabor do prato.  
   

Fiz esta receita em Outubro, uns dias antes de entrar em modo caótico, e o post lá foi ficando por fazer. Em fase de apanhar cacos e recuperar o tempo perdido, vou aproveitar o regresso do Jamie ao Quinze dias com... para fazer a publicação. Vale a pena experimentar!

*****



Risotto de couve-flor com pangrattato de anchovas
Jamie Oliver, Jamie's Italy, também aqui

Para o pangrattato
2 mãos-cheias de pão duro, partido em pedaços
1 lata pequena de anchovas, reservando o óleo
3 malaguetas secas pequenas (não usei) 

Para o risotto

Azeite
1 couve-flor
1,1 litros de caldo de legumes
2 colheres de sopa de azeite
1 noz de manteiga
1 cebola grande, descascada e finamente picada
2 dentes de alho, descascados e finamente picados
4-5 hastes pequenas de aipo, finamente picadas
400 gramas de arroz de risotto
2 copos de vinho branco seco ou vermute
Sal marinho e pimenta preta moída no momento
70 gramas de manteiga
115 gramas de queijo parmesão
1 mão-cheia de salsa picada
Mais um pouco de queijo parmesão para finalizar

Picar o pão num processador de alimentos, juntamente com as anchovas, o óleo da lata e as malaguetas. Aquecer uma frigideira com um pouco de óleo e fritar o pão ralado, mexendo constantemente até estar dourado. Reservar.

Remover as folhas e o pé da couve-flor e separá-la em floretes pequenos. Picar finamente o interior do caule, aquecer o caldo e juntar os floretes. 
Num outro tacho, aquecer o azeite e a manteiga e juntar a cebola, o alho, o aipo e o caule picado, deixando refogar lentamente durante 15 minutos. Quando os legumes estiverem macios, juntar o arroz e aumentar o lume. O arroz vai começar a fritar e deve continuar a mexer-se até ficar ligeiramente translúcido. Adicionar o vinho branco ou o vermute e continuar a mexer até começar a secar. Adicionar um pouco do caldo quente e temperar com sal, baixar o lume e deixar cozinhar, mexendo frequentemente e adicionando mais caldo aos poucos até este ir sendo absorvido e o arroz ficar cremoso. Quando o arroz estiver meio cozinhado, pode juntar-se os floretes de couve-flor juntamente com o caldo, devendo-se esmagá-los ligeiramente à medida que se mexe o arroz. Este estará pronto quando estiver macio por fora, mas ligeiramente rijo por dentro.
Retirar do lume e juntar a manteiga, o parmesão e a salsa. Rectificar temperos, tapar o tacho e deixar descansar durante dois minutos. Servir, cobrindo com o pangrattato e mais algum parmesão ralado.
      

1 comentário:

Pin it

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...