Google Website Translator Gadget

domingo, 12 de Fevereiro de 2012

Aprendendo a tricotar

Quando era miúda, a maioria das minhas camisolas eram feitas pela minha avó que, mais tarde, me ensinou também as bases do tricot: a liga e a meia. Acho que então era mais preguiçosa do que agora e nunca me preocupei realmente em aprender a "fazer malha" a sério. Fiz uma (enorme) camisola nos meus tempos de faculdade mas tive ajuda para as partes difíceis: reduções, cavas, golas e para coser as peças. Por isso nunca aprendi muito mais do que fazer peças a direito.

Como acontece com tantas outras coisas, a minha amiga M. partilha este desejo de saber fazer estas coisas bem feitas. Por isso, lá fomos as duas para um curso de tricot para aprender a aumentar, reduzir, decifrar os códigos dos livros e melhorar um pouco a nossa técnica. O curso foi aqui e, tal como o outro, foi difícil, desafiante e muito divertido.  


Os conhecimentos da turma estavam bastante equilibrados (com uma excepção, que claramente apanhava as coisas mais depressa) e isso permitiu-nos acompanhar bem todo o exercício. O resultado final não tem grande aspecto, mas naquela pequena peça que mais parece um rato morto estão quase quatro horas de trabalho, muitas carreiras desmanchadas, alguns "gatos" e a certeza de que, com treino e persistência, lá chegarei.


Tenho comigo as cábulas para voltar a refazer a peça. Vou tentar ver onde errei e fazê-la sem erros. E, depois disso, terminar a camisola que tenho em curso para a Catarina, quem sabe ainda antes da Primavera.

    

1 comentário:

  1. ui...4 horas difíceis...ainda não tive coragem de voltar a tentar... ;)
    mas havemos de lá chegar...!obrigada por me desafiares para estas coisas...

    ResponderEliminar

Pin it

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...